Uma grande MENTIRA que contam sobre passar em concurso

Passar em concurso público é o sonho de muita gente no Brasil, mas há um grande, duro e constante problema.

A cada ano, milhões de pessoas iniciam o projeto concurso público. E outro tanto desiste. Sem êxito.

Por quê?

Existem vários fatores. O principal problema é o desânimo recorrente.

A sensação de desânimo tem diversas causas. Descobrir a causa desse desconforto é o primeiro passo para vencê-lo.

Muitas vezes os candidatos se sentem desanimados e não prestam atenção no motivo que os deixou assim. Eles simplesmente empurram este sentimento ruim com a barriga.

Até que vire uma bola de neve e seja mais difícil controlá-lo.

É por isso que precisamos falar sobre uma forte causa de desânimo:

O medo da concorrência!

Também não é para menos. Veja:

passar-em-concurso-publico-01

O concurso da Caixa Econômica Federal realizado em 2014 para o cargo de técnico bancário (nível médio) reuniu 1.156.744 inscritos.

(Putz!… É MUITA gente, não é mesmo?)

Uma notícia assim assusta, rouba força de vontade e lentamente mata a motivação. Como consequência natural, um ENORME grupo de pessoas abandona o sonho da aprovação.

Sim, eu sei que num primeiro momento a concorrência parece alta e muitas vezes selvagem ou desleal. No entanto, essa é uma visão distorcida da realidade.

(O quê…? Não entendi!)

Deixe-me explicar uma coisa que você PRECISA SABER sobre a concorrência em concursos…

A grande mentira

passar-em-concurso-publico-06

Todos nós já ouvimos isso antes…

“Concurso público é muito concorrido.”

Não caia nessa. A concorrência é um MITO perpetuado pelo imaginário de pessoas fracas, desesperadas ou até mesmo, por indivíduo com más intenções.

Para você não se enganar mais com essa ilusão, aqui está a verdade sobre concorrência em concursos…

Podemos classificar a concorrência em dois tipos: concorrência aparente e concorrência real.

Concorrência aparente

É a relação candidato/vaga obtida logo após o término das inscrições para o concurso.

Veja um exemplo:

passar-em-concurso-publico-02

O concurso tem 24.572 inscritos e o cargo mais concorrido é o de auxiliar técnico para Curitiba.

Para esse cargo há 8.707 candidatos e dez vagas disponíveis.

Logo, a relação candidato/vaga é de 870,7. Aproximadamente, 870 candidatos disputando uma vaga.

Uma relação alta. Pelo menos é o que os números mostram!

Porém, ela é SÓ uma relação “aparente”.

Porque há vários outros fatores — ocultos aos olhos — que alteram essa relação, tornando-a menor, BEM menor…

Concorrência REAL

Imagine um “pastel de vento”. Ele tem muita massa e pouco recheio, certo?

Mas o que dá mais sabor ao pastel é o recheio, não é mesmo?

(Pastel sem recheio não tem graça!)

Então, a concorrência real é semelhante ao recheio do pastel. Ela é menor, mas é formada pelos candidatos que REALMENTE estão PREPARADOS e não somente inscritos (a maior parte da massa).

Candidatos que, com efeito, DEDICARAM tempo ao estudo focado no cargo e no edital. Usando técnicas de estudo e aprendizagem para alcançar o sucesso.

Como atletas olímpicos que após vários meses ou anos de treino intenso, entram na competição para VENCER (com sangue no zoio!).

E como calcular a concorrência real?

Ao analisar alguns aspectos específicos dos concursos é possível estimar a concorrência real.

Os três principais são:

  • Abstenção;
  • Falta de preparação;
  • O lado emocional.

O índice de abstenção em concurso é alto. Em média, 30% dos inscritos.

passar-em-concurso-publico-03

Como mostra a imagem acima, o índice de abstenção para o concurso do Ministério Público da União chegou a 43%.

Surpreso? Então veja mais:

passar-em-concurso-publico-04

O índice de abstenção para o concurso de delegado foi maior do que 50% (impressionante, hein?).

Pense agora nos candidatos despreparados.

Apesar da presença no dia da prova, não estudaram bem, não resolveram questões, acreditam que podem passar facilmente “na sorte”. No “chute”.

Eles formam um grande grupo, mais ou menos 50% (pode acreditar, ou se preferir, veja a quantidade de notas abaixo da “nota de corte” nos concursos).

E o lado emocional?

As emoções EXERCEM forte influência sobre nossa atividade intelectual.

Um candidato sem o mínimo de controle emocional, por exemplo, pode ter um “branco” na hora da prova. Por isso, tensão, ansiedade, pessimismo e outros temores tiram muita gente boa do páreo.

Diante desses fatos, o que podemos concluir sobre a concorrência real?

É o seguinte:

alguns especialistas em concursos apontam que no máximo 8% dos inscritos são concorrentes reais. Outros afirmam de 3% a 5%. E os mais “otimistas”, dizem que não chega nem a um por cento.

Assim…

Você não deve se preocupar com o número de inscritos/vagas. Concentre sua atenção na PREPARAÇÃO.

Porque, dependendo da qualidade da sua dedicação, é possível ser aprovado em até um ano. Exemplos de pessoas aprovadas em doze meses não faltam para provar que a preparação é o segredo do sucesso. Veja:

Como estudar para concurso público e ser aprovado em UM ano

passar-em-concurso-publico-08

Passar em concurso em 1 ano parece uma promessa milagrosa para você?

A primeira vez que ouvi esse tipo de coisa, não acreditei. Pelo contrário, achei até engraçado alguém falando desse jeito.

Até que…

Descobri uma pessoa que foi aprovada — e ser chamada — em DEZ concursos federais, TUDO isso com apenas 22 anos de idade.

Foi justamente essa pessoa que “ligou alguns pontos” e reduziu o processo para passar em concurso para… UM ANO.

Seu nome é Kalebe Dionísio, de João Pessoa, Paraíba.

Como ele chegou a esse eficiente método de aprovação?

Bom…

Ele estudava para passar, não para ganhar experiência. Depois de mais de 30 concursos prestados, Kalebe conseguiu ingressar para oficial de justiça (TRT-PB). Cargo que sempre desejou.

A partir daí, ele decidiu ajudar as pessoas…

Se é possível aprender a matéria para passar num concurso público em 1 ano, por que levar 4 ou 5?

Kabele percebeu uma falha em praticamente todos os cursinhos oferecidos pelo mercado, mas era algo FÁCIL de resolver (pelo menos para ele!).

O que ele viu foi algo muito simples. Os cursos oferecidos pelo mercado eram muito extensos e sem uma meta com prazo definido.

As pessoas frequentavam (e ainda frequentam) cursinhos por dois, três ou até cinco anos para obter aprovação em um único concurso (em muitos casos, nem isso).

Ele não aceitou essa situação. Foi então que decidiu fazer um GUIA sobre COMO ele estudava. Com etapas e prazos, mas sem excessos.

Por um ano, Kalebe concentrou-se no essencial. Organizou, simplificou e refinou todas as suas dicas e truques principais usados antes. Quando ele terminou, compartilhou com seus amigos o tripé da aprovação…

  1. Rotina de resumos;
  2. Revisões;
  3. Resolução de questões.

O sucesso do guia para passar em concurso em 1 ano foi imediatamente COMPROVADO. Um grande número de pessoas começou a usar sua metodologia que FACILITOU o objetivo.

Além dele que passou em quatro concursos em um ano — mesmo trabalhando o dia todo e fazendo faculdade à noite —, muitos dos seus alunos REPETIRAM o feito posteriormente.

A regra de ouro do candidato

passar-em-concurso-publico-08

Se sua VONTADE de vencer for suficientemente FORTE, o fracasso nunca te alcançará. Continue estudando o quanto for necessário para alcançar o sucesso.

Elimine da sua mente cobranças excessivas para passar em concurso, mas não abuse da falta de um prazo definido no calendário como muitas pessoas fazem.

Elas não sabem ou não acreditam que é possível passar em concurso em um ano como os alunos do Kalebe Dionísio. Por isso sofrem anos a fio em cursinhos.

Certamente você quer logo ser aprovado. O Kalebe Dionísio conhece bem o mapa e os atalhos para você PASSAR mais RÁPIDO.

Então, só isso já seria suficiente para você pensar nesse tipo de VANTAGEM sólida que é o guia para passar em concurso em 1 ano.

Por fim…

Quero dizer que estou curioso para saber quando você voltará aqui para comentar que foi aprovado.

Olá! O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *