Palácio da memória: o guia simples e prático para relembrar mais de 95% do conteúdo

Palácio da memória é uma poderosa técnica de memorização que pode te ajudar a relembrar mais de 95% de tudo o que você aprende.

E quem comprovou isso foi o jornalista Joshua Foer que venceu “por acaso” o U.S. Memory Championship.

Joshua Foer se considerava uma pessoa normal, como nós. Acreditava não ter uma grande memória.

Ele, repetida vezes se esquecia de datas importantes, como o aniversário de sua namorada, também não se lembrava onde tinha colocado as chaves do carro.

E no trabalho, ainda tinha dificuldade com a grafia de algumas palavras, embora, fazia um esforço enorme para se lembrar.

Enfim, ele não confiava muito em sua memória.

Aos 23 anos de idade, Joshua foi assistir ao Campeonato Americano de Memória para uma reportagem.

Durante a competição ficou impressionado com as habilidades dos chamados “atletas mentais”.

Decidiu testar os limites da própria memória e descobriu um método de memorização que transformou sua vida.

Ele se tornou campeão americano de memória.

Esse método se chama… Palácio da Memória.

Assim como Joshua Foer, você também pode turbinar a sua memória.

Então, continue lendo para conhecer e saber como aplicar essa consagrada técnica de memorização.

A técnica palácio da memória

palacio-da-memoria-01

A técnica palácio da memória também conhecida como método de Loci, foi inventada na Grécia, no século V a.c. e é o primeiro método de memorização de que se tem notícia.

Um estudo (Ross e Lawrence, 1968) mostrou que uma pessoa usando a técnica palácio da memória se lembrava de mais de 95% de uma lista com 40 a 50 itens.

E isso foi possível após a pessoa aplicar mentalmente uma ou duas vezes o método.

Pesquisadores da Universidade Radboud, na Holanda, afirmam que a prática do palácio da memória pode aumentar mais que o dobro a capacidade de guardar e relembrar informações.

Segundo um dos autores da pesquisa, o neurocientista Martin Dresler, qualquer pessoa pode ter uma performance elevada utilizando a técnica.

E não precisa de muito treinamento, basta estar familiarizada com as estratégias e saber como usá-las.

Se você não dispõe de muito tempo para aprender a memorizar, sugiro ler o artigo “Como aprimorei a memória em apenas uma noite”, onde ensino uma técnica fácil e rápida para aperfeiçoar a sua memória.

O uso da técnica palácio da memória

palacio-da-memoria-02

Na técnica palácio da memória, você se lembra de um lugar familiar, como sua casa, o caminho para a faculdade ou seu lugar favorito para usá-lo como palácio.

Os itens que você precisa memorizar, devem ser depositados em cada região do palácio para que sejam identificados, enquanto você percorre o palácio mentalmente.

É muito importante associar aos itens, imagens memoráveis para fixar na memória com mais intensidade.

Você pode usar esse método de memorização para memorizar diversos tipos de informações. Por exemplo:

Palácio da memória: memorizando listas

palacio-da-memoria-12

Como exemplo, vamos usar a técnica para memorizar a lista:

  • leite
  • pão
  • ovos
  • tesoura
  • flores

Para isso, utilizaremos uma casa e vamos associar aos itens da lista, imagens exageradas, desproporcionais, fora dos padrões e coloridas.

palacio-da-memoria-10

Imagine que logo na entrada da casa, na sala de estar, você se depara com um extraterrestre tomando leite numa mamadeira.

Andando mais um pouco até a sala de jantar tem um pão sentado, com garfo e faca nas mãos esperando ser servido o jantar.

Você vai até a cozinha e vê restos de ovos espalhados para todo lado, até no teto, gotejando. Uma verdadeira bagunça.

Caminhando até o banheiro, você encontra pontas de cabelos espalhadas pelo chão e pendurada na parede está um tesoura enorme, parecida com aquelas de cortar grama.

Indo para o quarto, ao abrir a porta, você vê admirado dezenas de flores de diversas cores, onde abelhas e outros insetos sobrevoam.

palacio-da-memoria-11

Na matemática também podemos usar a técnica.

Palácio da memória: memorizando operações matemáticas

palacio-da-memoria-13

Logo no ensino básico precisamos memorizar a ordem das operações básicas quando resolvemos, por exemplo, uma expressão numérica. Veja a ordem:

  1. Radiciação ou Potenciação (na ordem em que aparecerem)
  2. Multiplicação ou divisão (na ordem em que aparecerem)
  3. Adição ou subtração (na ordem em que aparecem)

Porém, muitos estudantes apresentam dificuldade para memorizar, então, que tal utilizar a técnica palácio da memória?

Imagine que você está entrando numa casa.

Logo na sala há uma enorme TV, cujo programa que está passando é um esporte radical (lembra radiciação) e o som está ligado na potência máxima (lembra potenciação).

Caminhando até o banheiro, você encontra uma fada criando múltiplos (lembra multiplicação) shampoos mágicos, divididos (lembra divisão) em vários frascos de vidros.

Daí, você vai até o quarto e encontra dois cachorros.

Um está juntando (lembra adição) ossos debaixo do colchão e o outro tirando (lembra subtração) as folhas de um diário, fazendo a maior bagunça.

Você pode aplicar a técnica também em discursos, palestras ou apresentações diversas.

Palácio da memória: memorizando discursos

palacio-da-memoria-14

Assista a notável palestra de Joshua Foer no TED, onde ele demonstra a técnica palácio da memória para memorizar discursos. Livro contando o método.

Agora que você já sabe como a técnica funciona, pode aplicá-la em outras áreas.

Se estiver estudando, direito, finanças, biologia ou qualquer outra coisa, a abordagem será da mesma forma.

A primeira vez que você usar a técnica, o processo de memorização será um tanto lento, pois demora um pouco para “pegar o jeito” na formação de imagens memoráveis.

Mas quanto mais você praticar, mais rápido ele se tornará.

E pensando nisso, criei um passo a passo com os pontos mais importantes para aumentar a sua eficiência.

5 Passos úteis para você aumentar o desempenho na aplicação da técnica palácio da memória

palacio-da-memoria-03

Para ter melhores resultados ao utilizar a técnica palácio da memória é necessário usar bem o seu sistema de memória visual.

Por isso, a criação de imagens memoráveis é fundamental para reter e fixar as informações na memória de longo prazo de modo significativo.

Passo 1: escolha o seu palácio

palacio-da-memoria-04

Escolha um lugar familiar – sua casa, um jardim ou o seu local preferido – para usar mentalmente como um lugar para depositar os itens que precisa memorizar. Será o seu palácio.

O importante é que você conheça muito bem esse lugar, cada detalhe. Por exemplo, seu for sua casa, observe a cor das paredes, os móveis, o odor do local e os sons se possível.

Para qualquer outro local, faça uma análise minuciosa antes de começar.

Passo 2: escolha um local para iniciar

palacio-da-memoria-05

Após determinar onde será o seu palácio, você deve escolher um local do seu palácio para começar o processo de criação.

Caminhe mentalmente, percorra todas as regiões do palácio, onde devem ser colocados os itens para memorizar.

Percorra na ordem em que os itens devem ser lembrados. As regiões devem estar claras, nítidas em sua mente.

Passo 3: verifique as informações que devem ser memorizadas

palacio-da-memoria-06

É hora de separar os itens (palavras, conceitos, etc.) que devem ser memorizados. Considere somente as informações essenciais.

E pense um pouco em imagens que podem se associadas a esses itens.

Aqui você dever ter atenção ao número de itens, pois a quantidade tem que ser menor ou igual ao número de regiões do seu palácio.

Passo 4: coloque os itens no palácio e faça as associações necessárias com imagens memoráveis

palacio-da-memoria-07

Agora, coloque cada item a ser memorizado numa das regiões do palácio. Lembre-se de seguir a ordem de memorização.

Outro ponto muito importante é associar cada item a uma imagem memorável.

Procure desenvolver uma imagem bem nítida em sua mente que represente cada item.

Crie imagens desproporcionais, utilize o humor, seja exagerado, abuse nas cores, enfim, crie imagens para fixarem na memória com mais intensidade.

Como exemplo, você se lembra de algum personagem de desenho animado? É bem provável que sim.

Pois, eles são marcantes para a nossa memória. Cabeça, nariz, mãos e pés são desproporcionais, coloridos e com vozes engraçadas.

Quem não se lembra do sharek. E nos filmes, o famoso pirata Jack Sparrow, vivido pelo ator Johnny Depp.

E não vou nem citar a saga Harry Potter, onde muitos personagens são exagerados!

Difícil esquecer, não é mesmo?

Então, busque inspiração em desenhos, filmes ou revistas em quadrinhos para criar suas imagens memoráveis.

Esse processo é crucial para a técnica funcionar corretamente.

Passo 5: ande por seu palácio da memória

palacio-da-memoria-08

Chegou o momento de você caminhar por seu palácio e observar se está tudo no lugar. Faça isso até que todo o trajeto esteja memorizado.

Geralmente, umas três vezes é suficiente. E, faça revisões espaçadas ao longo do tempo, quando necessário.

O palácio da memória não tem limites…

palacio-da-memoria-09

Não há limites no uso da técnica palácio da memória, a não ser aquele que a sua criatividade determinar.

Por isso, não fique limitado.

Utilize todos os sentidos para sentir cores, odores, texturas, ouvir sons (música, etc.) dentro do palácio. É assim que a informação se fixará na memória com mais relevância.

Depois que dominar a técnica, aumente o número de itens no seu palácio gradativamente.

Se você gosta de desenhar, faça o seu próprio palácio. Desenhe os cômodos (regiões), a mobília, etc. Assim você terá mais facilidade para fixar na memória os itens.

A técnica palácio da memória é útil porque ela te ajuda a se concentrar e aumentar o foco quando a tendência de sua mente é procrastinar.

Por fim, também quero compartilhar com você a dica mais incrível que eu já vi para memorizar nomes

3 Comentários

    1. Eu Sei Aprender

      Oi Daniele, obrigado pelo comentário e pelo interesse. Ainda não temos a versão para imprimir. No entanto, você pode memorizar, certo?

      Responder

Olá! O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *